União Brasil, partido de Efraim e Julian, pode apoiar Lula já no primeiro turno

Por Josival Pereira

Uma novidade que está sendo gestada na política nacional pode causar embaraços na Paraíba.

A informação publicada, nesta quinta-feira, inicialmente pelo jornal Valor Econômico e depois replicada em blogs e portais, é que o presidente nacional do União Brasil, Luciano Bivar, está negociando a retirada de sua candidatura à presidência da República para apoiar o ex-presidente Lula ainda no primeiro turno das eleições.

A decisão seria tomada nesta sexta-feira em reunião de Bivar coma família Coelho, em Recife. É que s equação envolve Daniel Coelho, que é candidato a governador de Pernambuco pelo União Brasil, e o irmão, Fernando Coelho Filho, que é candidato a deputado federal.

No acordo, segundo as notícias divulgadas, Bivar reteria a candidatura à presidência e apoiaria Lula em troca de apoios para garantir sua eleição a deputado federal, o que lhe daria condições de receber o apoio de Lula, se eleito, para transformá-lo em presidente da Câmara Federal, cargo ocupado pelo deputado Artur Lyra.

Em Pernambuco, PSB e PT trabalhariam para garantir a transferência de votos suficientes para garantir a eleição de Luciano Bivar à Câmara dos Deputados. O problema é que a nova candidatura mexe com os acordos já celebrados no Estado e pode criar problemas para a eleição de Fernando Coelho Filho. A família Coelho estava apoiando o presidente Jair Bolsonaro no Congresso. É outro complicar.

Nacionalmente, o presidente do União Brasil também teria dificuldades de garantir apoio a Lula ainda no primeiro turno em razão de govenadores e candidatos a governador, com chances de vitória, que têm problemas com o PT. São os casos do governador Ronaldo Caiado, em Goiás, e ACM Neto, na Bahia, entre outros.

Especula-se que, mesmo sem apoio no primeiro turno, Lula teria elevado interesse numa aliança com Luciano Bivar e o União Brasil já agora. Além retirada de uma candidatura a presidência, o que poderia facilitar a eleição em primeiro turno, o partido presidido por Bivar pode eleger mais de 50 deputados, o que já poderia encaminhar a governabilidade de Lula na Câmara Federal.

Paraíba

Caso o presidente do União Brasil, Luciano Bivar, consiga articular apoios para sua candidatura a deputado federal em Pernambuco e aproxime o partido do ex-presidente Lula, haverá embaraços para o candidato a senador na Paraíba, Efraim Filho, e o deputado Julian Lemos, que terão dificuldades, pelo menos na campanha, de convivência com o PT.

Existe uma especulação, porém, de que a candidatura de Efraim Filho poderia entrar no acordo nacional do União Brasil com o PT, trazendo-o de volta para o esquema do governador João Azevedo.

Adicionar comentário

PUBLICIDADE
Blog do Josival Pereira © 2022 . Todos os direitos reservados.