E Lucas Ribeiro vai votar em quem para presidente?

Por Josival Pereira

O governador João Azevedo talvez tenha tido a semana menos atribulada no processo de definição da chapa para concorrer à reeleição. Pelo menos na mídia. As notícias sobre divergências entre aliados saíram do ar.

A trégua sobre os ruídos nas articulações se estabeleceu depois que o governador anunciou a escolha do vice-prefeito de Campina Grande, Lucas Ribeiro (PP) como candidato a vice-governador.

A decisão tranquilizou a família Ribeiro e o prefeito Cícero Lucena (João Pessoa), além de ter acomodado o Republicanos.

No embalo, o governador João Azevedo parece ter ganho calma suficiente até para definir seu candidato a senador, seja quem for.

A acomodação do Progressistas e do Republicanos na composição da chapa é ponto positivo para o governador João Azevedo. São dois partidos grandes e que, além de oferecer bom tempo para a propaganda na televisão, conta com lideranças destacadas em importantes regiões do interior do Estado.

Mas o governador talvez não tenha se livrado de todos os moídos políticos. Depois das convenções, um fantasma político poderá aparecer para tumultuar a aparente calma no esquema governista. Será a posição do Progressistas e da família Ribeiro em relação às eleições presidenciais.

Existe um ponto nevrálgico: o governador anunciou repetida vezes que não aceitaria bolsonarista em seu palanque. O Progressistas de Lucas Ribeiro está formalmente na coligação de Bolsonaro. Lucas vai seguir seu partido ou vai anunciar voto em Lula? E o deputado Aguinaldo Ribeiro, um dos líderes nacionais do Progressista? A senadora Daniella Ribeiro está no PSD, mas também nunca deixou clara sua posição em relação às eleições presidenciais. E o prefeito Cícero Lucena vai votar em quem para presidente?

Pelo visto, o governador João Azevedo ainda tem muito a administrar para não parecer que não sustentou sua palavra ou ter anti-lulistas em seu palanque.

Adicionar comentário

PUBLICIDADE
Blog do Josival Pereira © 2022 . Todos os direitos reservados.