PDT proíbe militantes de fazerem propaganda para Lula

Por Josival Pereira

O PDT aprovou, em sua convenção nacional realizada em Brasília, nesta quarta-feira, para homologar a candidatura de Ciro Gomes à Presidência da República, uma resolução que proíbe filiados e militantes do partido a fazerem propaganda para Lula.

Na verdade, a resolução, já aprovada pelo diretório nacional, estabelece a proibição de apoio de pedetistas a qualquer candidato que não tenha sido aprovado nas convenções nacional e estaduais do partido.

Na prática, porém, a vedação atinge basicamente o candidato do PT, uma vez que é o único que está recebendo apoios de militantes do PDT.

A resolução proíbe ainda que filiados ao PDT omitam os candidatos do partido.

Os mais atingidos com a resolução são o candidato a governador do Maranhão, Weverton Rocha, que recebe o apoio de grande parte do PT local e do PSB e, em troca, faria campanha casada com Lula, e cerca de metade da bancada na Câmara, que já abandonou a candidatura de Ciro Gomes.

Na Paraíba, ainda existem conversas de bastidores na tentativa de levar o PDT a apoiar a candidatura do governador João Azevedo, embora, nos últimos dias, a cúpula nacional tenha sonhado com a possibilidade de que Pedro Cunha Lima (PSDB) venha a adotar a candidatura de Ciro à Presidência.

A situação do PDT na Paraíba não é nada boa. Não tem palanque para Ciro, perdeu o deputado federal que tinha (Damião Feliciano) e não conseguir sequer montar uma chapa para a Câmara dos Deputados.

Adicionar comentário

PUBLICIDADE
Blog do Josival Pereira © 2022 . Todos os direitos reservados.