Eleições 2022: Pedro deverá ser lançado em duas semanas e também pode mudar de partido

Por Josival Pereira

Está praticamente confirmado que parte da oposição – o agrupamento concentrado em torno do PSDB – anunciará o deputado federal Pedro Cunha Lima como candidato a governador no próximo dia 15/12. Dificilmente haverá outra opção. O nome é Pedro. 

Mas existe inquietação dentro do PSDB. O desejo é anunciar alguma novidade. 

Especula-se sobre a possibilidade de o PSDB anunciar algum partido de peso relevante no Estado como aliado. O problema é que quase ninguém quer se definir agora. Aguarda-se articulações nacionais e a repercussão na Paraíba. Assim, as definições mais decisivas deverão ocorrer entre o final de março e o início de abril. 

Não é de todo descartável, contudo, que apareça uma novidade para anúncio no dia 15 ou ali mais próximo dessa data. Surgiu, nas últimas horas, uma informação segundo a qual o deputado Pedro Cunha Lima deverá deixar o PSDB e se filiar a outro partido. 

A mudança para outra legenda resolveria os problemas internos com o PSDB. Pedro trabalhou e votou no governador Eduardo Leite (RS) nas prévias internas para escolha do candidato a presidente, cujo resultado final foi a vitória do governador João Dória (SP). 

A opção do parlamentar paraibano, como a de um grande número de outros tucanos, pelo governador do Rio Grande do Sul teve um significado mais amplo. Representa um racha no PSDB, cujas consequências deverão ser a desfiliação de dezenas de filiados. 

Avalia-se que, na Paraíba, Dória deverá prestigiar o deputado Ruy Carneiro, seu eleitor e aliado, que, apesar de integrar grupo político com Pedro, tem interesses próprios e, dificilmente, reabilitaria uma relação plena dos Cunha Lima com o governador paulista. Assim, o melhor seria procurar logo outra legenda. 

Para a candidatura a governador, a troca de partido teria um efeito positivo imediato: com o PSDB, seriam duas legendas no projeto, que representaria mais tempo de televisão e mais recursos para a campanha. Mas Pedro guarda segredo de sua movimentação e ainda não se sabe em que resultará. Só resta esperar. 

Uma coisa é certa: o grupo liderado pela família Cunha Lima decidiu desenrolar as bandeiras. 

 

Adicionar comentário

PUBLICIDADE
Blog do Josival Pereira © 2022 . Todos os direitos reservados.