Federação de esquerda: Gervásio Filho e Ricardo vão estar no mesmo palanque novamente em 2022

Por Josival Pereira

A articulação, em Brasília, de duas federações partidárias para a disputa das eleições de 2022 deverá ter repercussão na Paraíba. 

A federação de esquerda, que deverá unir PT, PSB, PCdoB e, provavelmente, o PV e a Rede, é a que deverá produzir mais impacto no Estado.

Os deputados federais do PSB já aprovaram a formação da federação com o PT. Falta agora a aprovação dos demais partidos. A presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, já informou que a legenda deverá avançar na definição da federação agora em dezembro. 

A união formal do PT com o PSB para a disputa das eleições vai colocar novamente na mesma organização partidária o ex-governador Ricardo Coutinho e o deputado Gervásio Filho, que se desentenderam em decorrência da Operação Calvário, com o segundo assumindo o comando socialista no Estado. Pode também juntar no mesmo guarda-chuva Ricardo e o ex-prefeito Luciano Cartaxo. 

A nova configuração desse agrupamento de esquerda pode aprofundar uma divisão existente dentro do PT, que é a que separa as tendências lideradas pelos deputados Frei Anastácio (federal ) e Anísio Maia e o grupo do ex-governador Ricardo Coutinho. 

De qualquer forma, a federação de esquerda poderá gerar condições para a eleição de dois ou três deputados federais, dependendo do cargo a ser disputado pelo ex-governador Ricardo Coutinho. Se ele for candidato a deputado federal, a federação poderá também eleger Frei Anastácio e Gervásio Filho. Não sendo, é possível eleger os dois últimos. 

PSC e Patriota

A outra federação já anunciada é a que vai unir o PSC (Partido Social Cristão), presidido na Paraíba pelo ex-senador Marcondes Gadelha, e o Patriota, legenda do deputado Walber Virgulino. 

O plano é eleger pelo menos dois deputados estaduais e um deputado federal. O candidato federal é Leonardo Gadelha, que é o primeiro suplente da coligação liderada pelo PSDB em 2018. 

O principal efeito da federal PSC/Patriotas na Paraíba é o de apresentar para a disputa de mandatos parlamentares em 2022 uma organização partidária fora do espectro das grandes legendas.

Adicionar comentário

PUBLICIDADE
Blog do Josival Pereira © 2022 . Todos os direitos reservados.