Mediocridade é patamar elevado para a política que se pratica por aqui

Josival Pereira

A política brasileira vive uma fase de mediocridade sem fim. 

Já houve tempos em que o Congresso era tingido de intelectuais, que acabavam lhe emprestando respeito. E haviam os políticos que se preparavam com esmero para a missão de representar ou de administrar. 

Discursar era momento marcante que exigia conhecimento para que os argumentos fossem convincentes, sem esquecer que a forma era tão importante quanto o conteúdo.

Poucos se destacam hoje na atividade política pelo conhecimento, preparo cultural e capacidade argumentativa. Tanto que, nos últimos anos, quem tem dado as cartas na Câmara dos Deputados tem sido um grupo denominado de “baixo clero”. 

Trata-se de um quadro que se espraia no Brasil inteiro e que tem tornado a política de baixo respeito e pouca audiência. 

Os Estados e os municípios sofrem com o despreparo de seus representantes políticos.

Não existe hoje nenhum grande ou importante projeto em discussão na sociedade paraibana que tenha sido concebido, apresentado ou defendido por um político ou partido político. 

Avizinha-se mais uma eleição. O que se discute? Nomes para preencher os cargos das chapas. Que argumentos são levantados? Dossiês e relatórios do Gaeco (Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado) e dos órgãos de contas e denúncias das mais diversas.  

Impossível pensar que a Paraíba possa encontrar o rumo do desenvolvimento se seus políticos planejam fazer campanha explorando apenas o lado negativo dos adversários, sem apresentar planos consistentes de trabalho, com fundamento e indicativos concretos de que podem ser realizados. Só se pensa em desconstruir o outro e nunca em construir.

É no terreno estéril desse tipo de política que surgem ideais como a daquele vereador que pretendia instituir o dia do corno em Santa Rita.

Reparando bem, mediocridade é um patamar elevado para a política que se pratica por aqui. 

+A ilustração do texto e da Germina- Revista de Literatura & Arte

Adicionar comentário

PUBLICIDADE
Blog do Josival Pereira © 2022 . Todos os direitos reservados.